Atenção leitores

ESTAMOS TRABALHANDO PARA MELHORAR O BLOG - Algumas janelas ainda não estão prontas - Desculpe o transtorno,
Não trabalhamos com venda de plantas e não enviamos sementes.

FEEDBACK - Agradecemos o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que temos escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

COMENTÁRIOS - Tentamos responder os comentários na medida do possível, infelizmente não estamos conseguindo atender a todos. Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

PLANTA-PEDRA - ( Lithops karasmontana )

08:29 2 Comments A+ a-


Suculenta anã.

PLANTA-PEDRA - ( Lithops karasmontana )
NOME CIENTÍFICO: Lithops karasmontana.

Nota: Do grego: lithos = pedra, ops = forma.

NOME POPULAR: Lateritia, pedra-viva, planta-pedra.

Nota: A planta tem esta camuflagem incomum, parecendo com pedras como forma de proteção, assim animais de pasto acabam ignorando-as.

FAMÍLIA: Aizoaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Sul da África.

PORTE: Menos de 10cm não contando a altura das flores.

FOLHAS: Formam grupos de 2 folhas acopladas, são bem grossas e tem a finalidade de armazenar água para sobreviver por meses sem chuva. Tem o formato de um cone invertido, da fenda entre as duas folhas irão surgir novas folhas e as velhas irão murchar.

PLANTA-PEDRA - ( Lithops karasmontana ) - Detalhe de um par de folhas
FLORES: Bem maiores que o corpo da planta, de coloração branca, abrem-se a noite.

TRONCO: Praticamente sem caule, ele é muito curto e fica abaixo do nível do substrato.

LUMINOSIDADE: Meia-sombra. Precisa de ambiente com bastante claridade, mas sem sol direto nas horas mais quentes do dia, pois queimam suas folhas.

ÁGUA: Necessita de pouca água, deixar que o substrato seque entre as regas.

Nota: Não é uma planta de cultivo fácil para iniciantes, pois tem “macetes” de regas em determinadas épocas do ano ou deixá-la até sem, mas de uma forma geral “é preferível pecar pela falta do que pelo excesso”. Durante a dormência da planta que ocorre no verão, diminua drasticamente a quantidade. Água em excesso mata a planta.

CLIMA: Quente.

PODA: Retirar as folhas quando estiverem secas.

CULTIVO: Deve ser cultivada em substrato que tenha ótima drenagem. Sugestão de mistura: 2 partes de areia grossa de construção, 1 parte de terra vegetal e 1 parte de terra comum de jardim. De crescimento lento costumam desenvolver por ano apenas um par de folhas.

UTILIZAÇÃO: Para sua coleção de suculentas, principalmente em áreas protegidas. Para ser usada em áreas externas, principalmente em regiões de índice pluviométrico baixo, a drenagem do solo e luminosidade devem ser rigorosamente seguidas para que a planta não morra.

PROPAGAÇÃO: Por sementes e por enxerto (exige habilidade)

PREÇO: No CEASA de Campinas, no box H18,  estava sendo comercializado por R$ 20,00.

FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei no CEASA de Campinas/SP.

2 comentários

Write comentários
21 de janeiro de 2012 09:01 delete

Muito legal!...não conhecia.
bom final de semana

Reply
avatar
Mário Franco
AUTHOR
21 de janeiro de 2012 14:57 delete

Olá Juliana, Boa Tarde!
Obrigado pela visita.
Sempre me sobra um tempinho, visito seu blog "Colhendo flores entre espinhos"
Um abração

Reply
avatar