Atenção leitores

ESTAMOS TRABALHANDO PARA MELHORAR O BLOG - Algumas janelas ainda não estão prontas - Desculpe o transtorno,
Não trabalhamos com venda de plantas e não enviamos sementes.

FEEDBACK - Agradecemos o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que temos escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

COMENTÁRIOS - Tentamos responder os comentários na medida do possível, infelizmente não estamos conseguindo atender a todos. Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

CIPÓ-TAPIÁ, CUITELINHO - ( Camptosema grandiflorum )

07:54 1 Comments A+ a-


Trepadeira volúvel.

CIPÓ-TAPIÁ - ( Camptosema grandiflorum )
NOME CIENTÍFICO: Camptosema grandiflorum.

NOME POPULAR: Cipó-tapiá, cipó-tapé, farinha-do-campo, cuitelinho cuitelo.

SINONÍMIA: Camptosema spectabilis.

FAMÍLIA: Leguminosae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Brasil.

PORTE: Por ser uma trepadeira volúvel, ou seja, seus ramos se enrolam em qualquer estrutura que encontram pela frente, fica difícil estimar tamanho.

FOLHAS: Compostas, com 3 folíolos de formato ovalado e de coloração verde-escura quando formadas e mais claras quando jovens.
 
CIPÓ-TAPIÁ - ( Camptosema grandiflorum ) - Detalhe da folha composta
FLORES: Inflorescências de tamanho grande e pendente, elas se formam durante o outono-inverno e tem coloração vermelha ou rosa, que atingem até mais de 50 cm de comprimento.

CIPÓ-TAPIÁ - ( Camptosema grandiflorum ) - Detalhe das flores em formação
 Nota: Suas flores são bastante visitadas por beija-flores.
CIPÓ-TAPIÁ - ( Camptosema grandiflorum ) - Detalhe da inflorescência
LUMINOSIDADE: Sol pleno.

ÁGUA: Apreciam solo úmido, mas não encharcado, quando jovem regar moderadamente de 2 a 3 vezes por semana, após adulta tolera um pouco de solo seco, mas deve ser regada no caso de estiagens prolongadas.

CLIMA: Prefere regiões de clima tropical ou subtropical, é tolerante a temperaturas mais frias.

PODA: Não necessária, se for realizar fazer após florada, para estimular novas brotações e manter formato desejado.

CULTIVO: Bastante rústica, crescimento vigoroso,  não é muito exigente em relação ao solo, mas prefere o areno-argiloso. Possui gavinhas que se prendem nos suportes que devem ser preparados preparados para elas escalarem.

FERTILIZAÇÃO: Por ocasião do plantio da muda, para uma cova de 40 X 40 cm, misture bem na terra retirada, cerca de 10 colheres de NPK, fórmula 04-14-08.

UTILIZAÇÃO: De maravilhoso efeito visual quando florida. Pode ser usada em caramanchões, pérgolas, cercas e muros.

Nota: Para dar maior destaque as flores pendentes o ideal é conduzir a planta em caramanchões.

PROPAGAÇÃO: Por sementes, alporquia (mais fácil) e por estacas (mais difícil).


FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei no Jardim Botânico Plantarum localizado em Nova Odessa / SP e no Jardim Botânico de São Paulo.


JARDIM BOTÂNICO DE SÃO PAULO

CIPÓ-TAPIÁ, CUITELINHO - ( Camptosema grandiflorum )
CIPÓ-TAPIÁ, CUITELINHO - ( Camptosema grandiflorum )
CIPÓ-TAPIÁ, CUITELINHO - ( Camptosema grandiflorum )
CIPÓ-TAPIÁ, CUITELINHO - ( Camptosema grandiflorum )
 

1 comentários:

Write comentários
25 de setembro de 2016 08:37 delete

Olá Mário. Você teria sementes dessa trepadeira?

Reply
avatar