Atenção leitores

ESTAMOS TRABALHANDO PARA MELHORAR O BLOG - Algumas janelas ainda não estão prontas - Desculpe o transtorno,
Não trabalhamos com venda de plantas e não enviamos sementes.

FEEDBACK - Agradecemos o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que temos escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

COMENTÁRIOS - Tentamos responder os comentários na medida do possível, infelizmente não estamos conseguindo atender a todos. Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

CARQUEJA - ( Baccharis trimera )

14:44 0 Comments A+ a-


CARQUEJA - ( Baccharis trimera )
NOME CIENTÍFICO: Baccharis trimera.

NOME POPULAR: Carqueja, bacanta, bacárida, cacaia-amarga, cacália-amargosa, caclia-doce, cuchi-cuchi, carque, carqueja-amarga. carqueja-amargosa, carqueja-do-mato, carquejinha, condamina, iguape, quina-de-condomiana, quinsu-cucho, tiririca-de-babado, tiririca-de-balaio, tiririca-de-bêbado, três-espigas, vassoura, carquexia, querciuolo, tojo.

SINONÍMIA: Baccharis genisteiloides var,.trimera, Molina trimera.

FAMÍLIA: Asteraceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: América do Sul.

PORTE: Até 80 cm de altura.

FOLHAS / TRONCO: Ramos membranáceos (trialados), interrompidos alternadamente.

CARQUEJA - ( Baccharis trimera ) - Deatalhe dos ramos
 FLORES: São de coloração amareladas,  dispostas em capítulos finais, acontecem na primavera e verão.

FRUTOS: Tipo aquênio, linear, glabro, com papilho.

LUMINOSIDADE: Sol pleno.

ÁGUA: Manter o solo úmido, mas não encharcado, regar de 2 a 3 vezes por semana, com água de boa qualidade, com um volume maior nos períodos de dias mais quentes e menos nos mais frios,

CLIMA
: Aprecia clima quente a temperado e regiões com até 800 metros de altitude.

PODA: Pode ser realizada, para manter um formato mais ornamental.

Nota: Para uso, corte pelo menos 10 cm do nível do solo, para permitir que rebrote.

CULTIVO: De fácil cultivo e bastante rústica, apesar de aceitar qualquer tipo de solo,  prospera melhor nos que são ricos em matéria orgânica e bem adubados. Manter um espaçamento de 30 x 30 cm entre plantas.

FERTILIZAÇÃO: Se for cultivada para consumo, não deve ser utilizado adubos químicos e agrotóxicos.  Na preparação do canteiro ou vasos, misture bem no substrato, esterco de gado ou aves, sempre bem curtido ou composto orgânico.

UTILIZAÇÃO: Devido seu formato interessante, é também usada como ornamental. Pode ser plantada em vasos, jardineiras ou em jardins.

Nota: Além de ser amplamente utilizada como planta medicinal é também usada para aromatizar licores e até na fabricação de vassouras rústicas.

PROPAGAÇÃO: Por divisão de touceiras, sementes e estaquia a partir de ramos.

PLANTA MEDICINAL: É uma planta que tem propriedades medicinais, sendo indicada no tratamento de inúmeras moléstias.

FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei no Jardim Botânico Plantarum.