Atenção leitores

ESTAMOS TRABALHANDO PARA MELHORAR O BLOG - Algumas janelas ainda não estão prontas - Desculpe o transtorno,
Não trabalhamos com venda de plantas e não enviamos sementes.

FEEDBACK - Agradecemos o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que temos escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

COMENTÁRIOS - Tentamos responder os comentários na medida do possível, infelizmente não estamos conseguindo atender a todos. Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

CONFREI - ( Symphytum officinale )

19:50 0 Comments A+ a-

Herbácea rizomatosa.
CONFREI - Symphytum officinale
 NOME CIENTÍFICO: Symphytum officinale.

NOME POPULAR: Confrei, consólida, consólida-maior, erva-do-cardeal, leite-vegetal-da-rússia, capim-roxo-da-rússia, orelha-de-asno, orelha-de-burro.

SINONÍMIA: Consolida majoris.

FAMÍLIA: Boraginaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

Nota: Apesar de perene, é feita a renovação da lavoura, geralmente no quarto ano, durante o inverno.

ORIGEM: Rússia.

PORTE: Chega atingir 90 cm de altura.

FOLHAS: De formato lanceolado ou oval, e superfície ligeiramente ondulada, coloração verde médio, despontam praticamente ao nível do solo com tamanhos maiores,  na parte superior o tamanho é menor. Estão cobertas de pelos que podem causar irrirtação quando tocadas.

CONFREI - Symphytum officinale - Detalhe da folha - página (face) superior
CONFREI - Symphytum officinale - Detalhe da folha - página (face) inferior
FLORES: São de coloração amarela, creme ou violáceas, reunidas em forma de ramalhetes.

Detalhe da Flor
FRUTOS: Composto de quatro aquênios.

TRONCO: Apesar de não aparentes são eretos e tem superfície áspera.

RAÍZES: De coloração escura e com sistema radicular vigoroso.

LUMINOSIDADE: Meia-sombra

ÁGUA: Prefere solo úmido, apesar de tolerar seca

CLIMA: Temperado.

PODA: Não necessária.

CULTIVO: Bastante rústica, de fácil cultivo, prefere solo solto, de textura areno-argiloso, rico em matéria orgânica. A colheita das folhas são feitas, de 2 em 2 meses a partir do 4º mês e os rizomas após 1 ano e meio, de preferência durante o inverno..

FERTILIZAÇÃO: Na preparação do local, incorpore bem no solo, com pelo menos 40 cm de profundidade, esterco de curral ou de aves, sempre bem curtidos, composto orgânico ou húmus de minhoca.

UTILIZAÇÃO: Principalmente como planta medicinal, mas também usada como ornamental.

PROPAGAÇÃO: Através da divisão de touceiras ou rizomas ( parte basal da planta que fica no solo)

PLANTA MEDICINAL: Rizoma, raiz e folhas adultas (as novas são tóxicas), são utilizadas no tratamento de vários problemas de saúde, devem ser usadas  apenas externamente. Suas propriedades medicinais são conhecidas desde a Grécia Antiga.

PLANTA TÓXICA:  O uso interno em dosagens erradas podem causar sérios problemas, podendo provocar intoxicação do fígado, irritações gástricas e câncer.



FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei no Jardim Botânico Plantarum, em Nova Odessa / SP, para maiores informações clique na figura na margem direita do blog.
A foto da flor é da healthmad.com, será substituída quando fotografar uma planta florida.