Atenção leitores

ESTAMOS TRABALHANDO PARA MELHORAR O BLOG - Algumas janelas ainda não estão prontas - Desculpe o transtorno,
Não trabalhamos com venda de plantas e não enviamos sementes.

FEEDBACK - Agradecemos o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que temos escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

COMENTÁRIOS - Tentamos responder os comentários na medida do possível, infelizmente não estamos conseguindo atender a todos. Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

PAINEIRINHA-VERMELHA - ( Spirotheca passifloroides )

07:07 0 Comments A+ a-

PAINEIRINHA-VERMELHA - (Spirotheca passifloroides)
NOME CIENTÍFICO: Spirotheca passifloroides.

NOME POPULAR: Paineirinha-vermelha ,mata-pau, mata-pau-de-espinho,.

FAMÍLIA: Bombacaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Brasil (Estados de São Paulo, Paraná e Santa Catarina).

Nota: Encontrada em florestas ombrófilas (regiões de elevada pluviosidade) densas.

PORTE: Chega atingir 9 metros de altura.

FOLHAS: Folhas compostas por 6 a 7 folíolos, de coloração verde-escura, com nervura central bem definida.

PAINEIRINHA-VERMELHA - (Spirotheca passifloroides) - Detalhe das folhas

FLORES: Bastante vistosas, floresce durante o inverno, quando a árvore fica praticamente sem folhas.

Detalhe da florada
FRUTOS: São cápsulas deiscentes e contém muitas sementes, envolvidas por uma pluma de coloração bege-avermelhada. Frutifica na primavera.

Nota: Deiscentes (se abrem para liberar as sementes).

TRONCO: Liso, com até 30 cm de diâmetro, com ramos providos de espinhos.

LUMINOSIDADE: Sol pleno.

ÁGUA: Aprecia solo úmido, regar de 2 a 3 vezes por semana.

CLIMA: Subtropical.

PODA: Não necessária, mas quando jovem pode ser realizada poda de formação, com a retirada de brotações laterais, até  a planta atingir 2 metros de altura, também ramos secos e mal formados devem ser cortados.

CULTIVO: Aprecia solo rico em matéria orgânica, até que ela se estabeleça no local definitivo, procure manter o solo sempre úmido, mas não encharcado.

FERTILIZAÇÃO: Por ocasião do plantio da muda para uma cova de 40 X 40 misture bem na terra retirada cerca de 20 a 30 litros de esterco de gado sempre bem curtido ou composto orgânico. Se for de frango, ou húmus de minhoca aplique cerca 7 litros.

UTILIZAÇÃO: Bastante ornamental, de florada espetacular, ainda é pouco explorada pelos paisagistas. Pode ser utilizada em parques e jardins.

Nota: Também é indicada para o reflorestamento e áreas degradadas.

PROPAGAÇÃO: Por sementes.

FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei no Jardim Botânico Plantarum, localizado em Nova Odessa / SP. O endereço está na margem direita do blog.
A foto da florada é de Maria (Flickr) que será substituída quando fotografar a árvore florida.