Atenção leitores

ESTAMOS TRABALHANDO PARA MELHORAR O BLOG - Algumas janelas ainda não estão prontas - Desculpe o transtorno,
Não trabalhamos com venda de plantas e não enviamos sementes.

FEEDBACK - Agradecemos o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que temos escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

COMENTÁRIOS - Tentamos responder os comentários na medida do possível, infelizmente não estamos conseguindo atender a todos. Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

PALMEIRA-DO-MEDITERRÂNEO - ( Chamaerops humilis L. )

07:52 0 Comments A+ a-


Chamaerops humilis L.

NOME CIENTÍFICO: Chamaerops humilis L.

NOME POPULAR: Palmeira-do-mediterrâneo, palmito-espanhol, palmeira-leque-da-europa, palmeira-das-vassouras, leque-do-mediterrâneo, palmeira-moinho-de-vento, Palm Fan Europeia.

SINONÍMIA: Chamaerops cerifera.

FAMÍLIA: Palmae

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Europa - Região Mediterrânea.

PORTE: Chega atingir 4 metros de altura.

FOLHAS: Permanecem por muito tempo presas ao tronco, tem coloração variada, pode ter tonalidade  que varia do azul-esverdeado, cinza-verde e cinza-amarelo. Tem o formato de leque e são bastante dividas, seu pecíolo é coberto de espinhos.

Chamaerops humilis L. - Detalhe das folhas
FLORES: Inflorescência não muito vistosa, aparecem escondidas entre as folhas, tem pequena dimensão e coloração amarelada.

FRUTOS: Globosos, pequenos, em torno de 1cm de diâmetro, de coloração castanha amarelada a avermelhados.

LUMINOSIDADE: Sol pleno e meia-sombra.

ÁGUA: Gosta de solo ligeiramente úmido, regar de forma moderada de 1 a 2 vezes por semana.

CLIMA: Temperado. É tolerante ao frio.

PODA: Para melhorar sua estética, cortar folhas secas. Se desejar limitar o crescimento lateral, brotações podem ser retiradas.

CULTIVO: Planta  de crescimento lento,  não é muito exigente em relação a solo, mas prospera melhor nos ricos em matéria orgânica.

FERTILIZAÇÃO: Por ocasião do plantio, incorpore na terra retirada da cova, esterco de gado bem curtido ou composto orgânico.

UTILIZAÇÃO: Fica maravilhosa cultivada em jardins, de forma isolada ou em conjunto. Também podem ser cultivadas em grandes vasos, em locais com boa iluminação.

PROPAGAÇÃO: Por sementes e brotações que vão nascendo junto a planta mãe.

FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei no Jardim Botânico Plantarum, localizado em Nova Odessa / SP. O endereço do local e mais informações, podem ser vistos aqui no blog, na margem do lado direito, é só clicar na figura.



F