Atenção leitores

ESTAMOS TRABALHANDO PARA MELHORAR O BLOG - Algumas janelas ainda não estão prontas - Desculpe o transtorno,
Não trabalhamos com venda de plantas e não enviamos sementes.

FEEDBACK - Agradecemos o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que temos escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

COMENTÁRIOS - Tentamos responder os comentários na medida do possível, infelizmente não estamos conseguindo atender a todos. Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

TANCHAGEM - ( Plantago major L. )

09:30 2 Comments A+ a-


TANCHAGEM- Plantago major

NOME CIENTÍFICO: Plantago major L.

NOME POPULAR: Tanchagem, tanchagem-maior, cinco-nervos, sete-nervos, erva-de-orelha, great plantain (inglês),  planten mayor (espanhol), grand plantain (francês),  piantaggine maggiore (italiano).

Nota: Seu nome popular é encontrado escrito de diversas formas, tais como: tansagem, transage, plantagem, tranchás.

SINONÍMIA: Plantago borysthenica, Plantago dregeana, Plantago latifólia, Plantago officinarum, Plantagini majoris.

FAMÍLIA: Plantaginaceae.

CICLO DE VIDA: Perene, mas perde o vigor inicial, sendo cultivada como anual.

ORIGEM: Europa e norte central da Ásia.

PORTE: Até 65 cm de altura.

FOLHAS: De formato ovalado, normalmente medindo de 5 a 20 cm de comprimento, tem de 5 a 9 nervuras bem visíveis.

TANCHAGEM- Plantago major - Detalhe da folha e espiga floral
TANCHAGEM- Plantago major - Detalhe da folha página (face) inferior, com 5 nervuras

FLORES: Produz uma inflorescência linear-cilíndrica, com 1 até 30 por planta, chegando a medir até 20 cm, composto por pequenas flores.

Ilustração da flor
FRUTOS: De coloração marrom, é uma cápsula globosa ou elipsoide, que mede de 2 a 5 mm de comprimento, com sementes com em média 1 mm de comprimento.

LUMINOSIDADE: Sol pleno.

ÁGUA: Apesar de resistir bem a seca, prefere solos ligeiramente úmidos, mas não encharcados. Regar 2 vezes por semana, com moderação.

CLIMA: Prefere clima temperado.

PODA: Não necessária, mas deve ser feita a renovação dos canteiros para sempre ter plantas mais vigorosas.

CULTIVO: Bastante rústica, não é exigente em relação a solo, mas prospera melhor nos ricos em matéria orgânica.

Nota: É considerada uma erva daninha, pois o vento se encarrega de sua polinização e dispersão de sementes, que também são feitas, de forma involuntária por animais e pelo próprio homem.

FERTILIZAÇÃO: Por ocasião do plantio incorpore no solo, composto orgânico ou um pouco de esterco animal bem curtido.

UTILIZAÇÃO: Cultivada como planta medicinal, mas hoje existe cultivares com folhas roxas e ‘variegata’ que são utilizadas como ornamentais.

PROPAGAÇÃO: Por sementes, de forma bastante fácil.

PLANTA MEDICINAL: O suco de suas folhas, raiz e sementes maduras são utilizados na cura de diversas moléstias. Também usado na medicina homeopática.

PLANTA TÓXICA: O uso de dosagens erradas podem reações alérgicas, irritações, causar arritmia e até levar a uma parada cardíaca.

FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei no Jardim Botânico Plantarum e a ilustração fotografei na Grande Enciclopédia Larousse Cultural.

2 comentários

Write comentários
Anônimo
AUTHOR
9 de setembro de 2013 19:54 delete

Fazer acontecer
As pessoas podem ser dividas em três grupos:
Os que fazem as coisas acontecerem;
Os que olham as coisas acontecendo;
e os que ficam se perguntando o que foi que aconteceu.
Nosso caráter é aquilo que fazemos quando achamos que ninguém está olhando.
Nunca deixe de ter dúvidas, quando elas param de existir é porque você parou em sua caminhada.

Reply
avatar
Mário Franco
AUTHOR
3 de dezembro de 2013 20:06 delete

Olá Boa Noite.
Obrigado pela visita e mensagem.
Um abração!

Reply
avatar