Atenção leitores

ESTAMOS TRABALHANDO PARA MELHORAR O BLOG - Algumas janelas ainda não estão prontas - Desculpe o transtorno,
Não trabalhamos com venda de plantas e não enviamos sementes.

FEEDBACK - Agradecemos o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que temos escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

COMENTÁRIOS - Tentamos responder os comentários na medida do possível, infelizmente não estamos conseguindo atender a todos. Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

PEPEROMIA-ORAÇÃO - Peperomia dolabriformis

07:44 0 Comments A+ a-


Peperomia dolabriformis
NOME CIENTÍFICO: Peperomia dolabriformis.

NOME POPULAR: Peperomia-oração.

FAMÍLIA: Piperaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Peru.

FOLHAS: De coloração verde, são suculentas, de coloração verde, brilhante, as 2 metades de cada folha são dobradas para cima, semelhantes a uma ervilha.
Peperomia dolabriformis
FLORES: Embora serem cultivadas principalmente por suas folhas, produzem inflorescência de coloração branca-esverdeada.

TRONCO: As plantas mais velhas passam a ter o caule lenhoso.
Peperomia dolabriformis
LUMINOSIDADE: Sol pleno ou meia-sombra.

ÁGUA: Pouca, regar  1 vez por semana, de preferência logo pela manhã, de forma que a planta absorva a quantidade que precise e o restante possa evaporar.

CLIMA: Aprecia clima quente, não tolera frio intenso.

PODA: Não necessária, mas pode ser realizada para melhorar formato da planta

CULTIVO: De fácil cultivo,crescimento relativamente lento,  precisam de solo que tenha ótima drenagem, pois o acumulo de água apodrece suas raízes e caule. Sugestão para mistura: 2 partes de areia grossa de construção, 1 parte de terra vegetal e 1 parte de composto orgânico.

FERTILIZAÇÃO: Aplicar NPK mensalmente, fórmula 10-10-10, sendo  1 colher de sopa sempre ao redor do caule, nunca junto a ele.

UTILIZAÇÃO: Fica maravilhosa em jardim de pedras, fazendo conjunto com outras suculentas. Também pode ser cultivada em vasos, mas precisa de ambientes com claridade intensa.

PROPAGAÇÃO:Por estacas.

FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei no Jardim Botânico Plantarum, em Nova Odessa: