Atenção leitores

ESTAMOS TRABALHANDO PARA MELHORAR O BLOG - Algumas janelas ainda não estão prontas - Desculpe o transtorno,
Não trabalhamos com venda de plantas e não enviamos sementes.

FEEDBACK - Agradecemos o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que temos escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

COMENTÁRIOS - Tentamos responder os comentários na medida do possível, infelizmente não estamos conseguindo atender a todos. Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

CAVIÚNA - ( Machaerium scleroxylon )

19:24 1 Comments A+ a-


CAVIÚNA - ( Machaerium scleroxylon )

NOME CIENTÍFICO: Machaerium scleroxylon.

NOME POPULAR: Tem muitos nomes populares, conforme região do Brasil:

São Paulo: caviúna, jacarandá-de-ferro, pau-ferro, sabiúna.
Minas Gerais: penanguba. Violeta.
Paraná: caviúna-vermelha, jacarandá-violeta.
Goiás: caviúna-rajada, jacarandá-caviúna, candeia-do-sertão, suca.
Espírito Santo: violeta

Nota: A árvore conhecia como pau-ferro é a Caesalpinia férrea, portanto outra espécie. Também muitas vezes pode ser confundida com o jacarandá-paulista (Machaerium villosum).

FAMÍLIA: Leguminosae- Papilionoideae (Fabaceae).

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Brasil.

PORTE: De 15 a 25 metros de altura.

FOLHAS: Compostas, com 11 a 17 folíolos, medindo de 10 a 25 mm de comprimento por 7-10 mm de largura.

CAVIÚNA - ( Machaerium scleroxylon )


FLORES: Floresce no início do verão, inflorescências com flores de 1 cm de coloração roxa-ferruginosa.

FRUTOS: A frutificação ocorre no inverno, tem coloração marrom claro.

TRONCO: Chega a medir de 50-90 cm de diâmetro, tem coloração cinza-escura, que descasca soltando placas alongadas e estreitas.
 
CAVIÚNA - ( Machaerium scleroxylon )
Nota: Ramos novos tem muitos espinhos.

LUMINOSIDADE: Sol pleno.

ÁGUA: Principalmente enquanto a planta for jovem manter o solo úmido, mas não encharcado, depois de adulta regue no caso de estiagem prolongada.

CLIMA: Aprecia clima quente a temperado, não tolera frio intenso.

PODA: Não necessária, quando jovem pode ser realizada poda de formação, retirando brotações laterais e ramos secos e mal formados.

CULTIVO: Gosta de solo argiloso e fértil que tenha boa drenagem.

FERTILIZAÇÃO: Por ocasião do plantio da muda no local definitivo, abra uma cova de 40 x 40 x 40 cm, misture na terra retirada esterco animal muito bem curtido, ou composto orgânico.

UTILIZAÇÃO: Bastante ornamental, tem madeira de ótima qualidade utilizada para fabricação móveis e instrumentos musicais.

PROPAGAÇÃO: Por sementes, quando iniciarem queda espontânea, coloque para germinar em local com muita claridade, utilize substrato organo-argiloso, mantido sempre úmido, não deve receber luz solar direta, a emergência ocorre em média 30 dias e a germinação é baixa.

PLANTA TÓXICA: A seiva pode produzir dermatite de contato.
 
CAVIÚNA - ( Machaerium scleroxylon )
FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei no Jardim Botânico Plantarum em Nova Odessa / SP, local onde esta árvore poderá ser vista em detalhes:

1 comentários:

Write comentários
Anônimo
AUTHOR
15 de abril de 2015 22:15 delete

Quem quiser conhecer um belo exemplar é só visitar a ESALQ, em Piracicaba/SP, próximo ao prédio principal!

Reply
avatar