Atenção leitores

ESTAMOS TRABALHANDO PARA MELHORAR O BLOG - Algumas janelas ainda não estão prontas - Desculpe o transtorno,
Não trabalhamos com venda de plantas e não enviamos sementes.

FEEDBACK - Agradecemos o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que temos escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

COMENTÁRIOS - Tentamos responder os comentários na medida do possível, infelizmente não estamos conseguindo atender a todos. Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

ORELHA-DE-LEBRE, ORELHA-DE-CORDEIRO - ( Stachys byzantina )

08:25 0 Comments A+ a-


ORELHA-DE-LEBRE, ORELHA-DE-CORDEIRO - ( Stachys byzantina )


NOME CIENTÍFICO: Stachys byzantina.

Nota: Existe uma série de cultivares, onde foram feitas modificações como na cor das flores, formato de folhas, etc.

NOME POPULAR: Orelha-de-lebre, orelha-de-cordeiro.

SINONÍMIA: Stachys olympica, Stachus lanata. 

FAMÍLIA: Labiatae (Lamiaceae).

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Turquia, Armênia, Irã e região.

PORTE: De 20 a 40 cm de altura.

FOLHAS: Bastante ornamental é o destaque principal da planta, grossas e revestidas com penugem agradáveis de se tocar.
 
ORELHA-DE-LEBRE, ORELHA-DE-CORDEIRO - ( Stachys byzantina )
FLORES: As inflorescências se dão na extremidade de hastes eretas, com muitas flores pequenas de coloração aroxeada.

LUMINOSIDADE: Sol pleno e meia-sombra.

ÁGUA: Manter o solo úmido, mas nunca encharcado pois irá matar a planta.

CLIMA: Prefere clima temperado, em regiões mais quentes deve ser cultivada a meia-sombra.

PODA: Não necessária, mas hastes com flores secas devem ser removidas e quando a planta perder o vigor inicial pode ser replantadas.

CULTIVO: Prefere solo rico em matéria orgânica que tenha boa drenagem.

FERTILIZAÇÃO: Aplicar NPK, fórmula 04-14-08, ao redor do caule (nunca junto a ele) incorporar levemente ao substrato e regar em seguida.

UTILIZAÇÃO: Fica maravilhosa em bordaduras

Curiosidade: Ela é conhecida como “papel higiênico de escoteiro” pois são utilizadas com esta finalidade

PROPAGAÇÃO: Por brotações laterais que devem ser destacadas com um pouco de raiz.

PLANTA MEDICINAL: Tem propriedades medicinais.

FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei no Jardim Botânico Plantarum, localizado em Nova Odessa / SP, onde a planta pode ser vista bem de pertinho e tocada para sentir toda maciez de sua folha.