Atenção leitores

ESTAMOS TRABALHANDO PARA MELHORAR O BLOG - Algumas janelas ainda não estão prontas - Desculpe o transtorno,
Não trabalhamos com venda de plantas e não enviamos sementes.

FEEDBACK - Agradecemos o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que temos escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

COMENTÁRIOS - Tentamos responder os comentários na medida do possível, infelizmente não estamos conseguindo atender a todos. Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

PALMEIRA- JERIVÁ - (Syagrus romanzoffiana)

19:02 1 Comments A+ a-

Vejam a palmeira-jerivá: 

video

Acompanhamento da PALMEIRA- JERIVÁ - (Syagrus romanzoffiana) na chácara onde moro

Inflorescência em novembro / 2015:

PALMEIRA- JERIVÁ - (Syagrus romanzoffiana) - flores


O mesmo cacho da foto anterior com os frutos maduros em Julho / 2016:
Com o peso encostou no chão.


PALMEIRA- JERIVÁ - (Syagrus romanzoffiana) - frutos
Detalhe dos Frutos:


PALMEIRA- JERIVÁ - (Syagrus romanzoffiana) - frutos


PALMEIRA- JERIVÁ - (Syagrus romanzoffiana) - fruto

Alimento para pássaros:

PALMEIRA- JERIVÁ - (Syagrus romanzoffiana) - pássaros
NOME CIENTÍFICO: Syagrus romanzoffiana.

NOME POPULAR: jerivá, gerivá, coqueiro-gerivá, coco-babão, baba-de-boi, coco-de-catarro, coco-de-cachorro.

Nota: O nome “jerivá” significa em Tupi Guarani “fruta gomosa de cacho” em referência a forma e textura dos frutos.

SINONÍMIA: Arecastrum romanzoffianum, Cocos romanzoffiana, Cocus plumosa, Cocos acrocomoides, Cocps arechavaletana, Cocos austyralis, Cocos datil, Cocos romanzoffiana, Cocos martiana.

FAMÍLIA: Palmae (Arecaceae).

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Brasil.

PORTE: Chega a 15 metros de altura.

Nota: No meio das florestas, junto a outras árvores, competindo por luz solar, chega atingir alturas maiores.

FOLHAS: Arqueadas, pinadas, de 8 a 15 folhas que medem de 2,5 a 4 metros de comprimento, sua copa não é separada do tronco.

FLORES: A inflorescência é interfoliar (nasce entre as folhas), os cachos pendentes são protegidos por espádice (invólucro), medem cerca de 1,00 a 1,50 metros de comprimento, depois de aberta surgem milhares de flores, sendo que a proporção é 1 feminina para 2 masculinas.

FRUTOS:  Os coquinhos são drupas de coloração amarela ou alaranjada quando maduros, cada fruto pesa de 6 a 10 gramas e a semente é ovoide com ponta e no outro lado base arredondada, a polpa é doce parecendo um chiclete natural, a amêndoa é branca, adocicada e farinácea.

TRONCO:  Cilíndrico, de coloração cinzenta, marcado com anéis deixados pelas bases das folhas, medem cerca de 25 a 62 cm de diâmetro.

LUMINOSIDADE: Sol pleno.

ÁGUA: Aprecia solo ligeiramente úmido, mas não encharcado.

CLIMA: De quente a temperado, é resistente a clima um pouco mais frio.

PODA: As folhas secas podem ser cortadas, sem retirar a base que envolve e protege o tronco.

CULTIVO: Principalmente quando bem jovem deve ser cultivada em substrato que tenha composto orgânico e não descuidar de regas, depois de estabelecida, dispensa maiores cuidados.

FERTILIZAÇÃO: Por ocasião do plantio da muda, misturar no substrato esterco animal sempre bem curtido, depois de um ano repita incorporando ao solo antes da estação das chuvas.

UTILIZAÇÃO: Bastante ornamental, é fácil de fazer o transplante mesmo quando adulta.

PROPAGAÇÃO: Por sementes, demoram cerca de 3 a 5 meses para germinarem, a taxa é de 60%.


PLANTA MEDICINAL: Casca, flor e frutos são usados para problemas renais e como vermífugos, o óleo extraído das amêndoas ajuda a diminuir os efeitos de artrite, osteoporose e reumatismo.

PRAGAS E DOENÇAS: Principalmente atacada pelas lagartas da borboleta Brassolis sophorae, antes que façam muito estrago, devem ser localizadas e retiradas (durante o dia ficam dentro de um casulo, são cerca de mais de 50)


FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei na chácara onde moro em Mogi Mirim / SP. 

IMAGENS EM DEZEMBRO 2016

PALMEIRA- JERIVÁ - (Syagrus romanzoffiana) - Germinação ao lado do tronco 
PALMEIRA- JERIVÁ - (Syagrus romanzoffiana) - Plantei em 07 /06/2016, a emergência é lenta podendo demorar de 3 a 6 meses 
PALMEIRA- JERIVÁ - (Syagrus romanzoffiana) - Produz durante o ano inteiro, é possível cachos de frutos em diferentes estágios de maturação

PALMEIRA- JERIVÁ - (Syagrus romanzoffiana) - Primeira inflorescência em  25 dez 2016

PALMEIRA- JERIVÁ - (Syagrus romanzoffiana) - Imagem macro da inflorescência 

1 comentários:

Write comentários
Simone Felic
AUTHOR
21 de junho de 2016 18:07 delete

Olá
Quando eu era pequena comia estas frutinhas, não conheço
lugar por aqui que ainda tenha dela.
Abraço.

http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

Reply
avatar